Vai casar? Saiba como fazer uma boa organização financeira

blogcanopus

blogcanopus
21 de setembro de 2017

O casamento é um momento especial na vida de um casal. Mas casar requer dinheiro e, para investir em uma festa de casamento satisfatória, é preciso planejar.

Veja a seguir como fazer uma boa organização financeira para a cerimônia e a festa!

Faça as contas

O primeiro passo é fazer as contas, calcular os gastos com o casamento. Isso envolve a cerimônia na igreja, o local do evento, os convites, os comes e os bebes, as roupas, a organização do evento e assim por diante.

Sempre deixe um percentual para mais em seus cálculos, pois é melhor sobrar dinheiro que faltar.

Economize para otimizar a organização financeira

Calculados os gastos, é hora de economizar. Sem economizar, não existe organização financeira, nem festa. Poupar é necessário e a pessoa deve, desde cedo, habituar-se a guardar dinheiro, seja para emergências, seja com uma finalidade específica.

Muitas pessoas, com medo de não serem disciplinadas o suficiente para guardar dinheiro em casa, preferem depositar o dinheiro na caderneta de poupança. É uma possibilidade viável. A poupança, apesar de render pouco, ainda é segura e isenta de impostos.

Outras pessoas, por sua vez, optam por poupar em casa, guardando seus recursos em um lugar específico, como um cofre.

Seja qual for a forma escolhida, provavelmente você terá que cortar alguns gastos para juntar dinheiro para o casamento.

Pesquise pelos melhores preços

Como foi dito, na hora de fazer os cálculos, o ideal é majorar um pouco os valores. Mas não deixe de pesquisar sempre em busca de preços melhores. Procure negociar bem, conseguir descontos, mas sempre escolha serviços bons e confiáveis.

Entre os fornecedores para uma festa de casamento, contam-se floristas, fotógrafos, decoradores, músicos, maquiadores, cabeleireiros, empresas que alugam carros e outras coisas.

Os gastos com bufê também são relevantes. É importante pesquisar por serviços de boa qualidade que ofereçam o melhor custo-benefício. Os bufês geralmente cobram por pessoa, o que significa que, quanto mais pessoas forem convidadas, maiores serão os custos.

Não esqueça os trajes: o vestido de noiva, o terno do noivo, as roupas dos pajens e das damas de honra e outros acessórios que não podem faltar. Os trajes, preferencialmente, são alugados — portanto, pesquise as melhores ofertas e condições de pagamento.

As gráficas podem imprimir os convites, mas existem empresas que criam a arte e também imprimem — é preciso avaliar o custo-benefício. Lembre que se o profissional tiver que criar a arte, os custos aumentam (com a arte pronta, são cobradas apenas as impressões).

Faça um consórcio de serviços

Uma maneira de poupar para seu casamento é participando de um consórcio de serviços. Muitas pessoas que desejam casar e estão procurando desenvolver uma boa organização financeira recorrem ao consórcio de serviços.

O ideal é optar por um plano que contemple suas necessidades, pois os valores nesse tipo de consórcio podem variar bastante. O prazo também varia, mas na maioria das vezes eles são relativamente curtos.

Participando de um consórcio, você estará entregando a uma administradora seu dinheiro para que ela guarde e gerencie, evitando que ele se desvalorize ao longo do tempo e evitando também que você deixe de guardá-lo ou mexa no capital antes da hora.

Uma boa vantagem do consórcio é que o pagamento dos serviços, depois que a pessoa é contemplada e recebe a carta de crédito, é efetuado à vista, o que oferece possibilidades de obter melhores descontos nas negociações.

Consórcios não têm juros, cobram somente a taxa de administração. O que acha dessas dicas? Já está poupando? Sua organização financeira tem se mostrado eficiente? Já pensou em participar de um consórcio de serviços? Aproveite e faça seu comentário!

Instagram Canopus
This error message is only visible to WordPress admins

Error: No feed found.

Please go to the Instagram Feed settings page to create a feed.